Rafael Ribeiro/Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco

Desfalcado, Vasco visita Athletico-PR e tenta esquecer fracassos

Além de tropeços na Copa do Brasil e no Carioca, técnico interino Marcos Valadares ainda não contará com Fernando Miguel e Leandro Castán

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

28 de abril de 2019 | 14h23

Com um técnico interino, vindo de eliminação da Copa do Brasil e depois de perder as duas partidas finais do Campeonato Carioca para o rival Flamengo, o Vasco inicia o Brasileirão tentando esquecer os fracassos recentes. Mas logo na estreia o time terá uma pedreira: tentar segurar o Athletico-PR na Arena da Baixada, neste domingo, às 16 horas. E sem contar com força máxima.

O interino Marcos Valadares tem pelo menos dois problemas na defesa. O goleiro Fernando Miguel e o zagueiro Leandro Castán estão lesionados. Na frente, o atacante Rossi, ausente das últimas partidas também por motivo de lesão, deve seguir fora.

Valadares reconhece as dificuldades, mas procurou demonstrar otimismo para o compromisso em Curitiba. "Temos acompanhado o Athletico, e é realmente uma grande equipe. Tem feito um grande trabalho. Estamos muito motivados pelo o que praticamos no jogo contra o Santos (quarta-feira, pela Copa do Brasil), um Santos muito forte. Entendemos que será um jogo difícil e a ideia é estudar bem o Athletico, analisar situação de departamento médico ainda", disse o treinador.

Para o interino, um empate na estreia poderá ser considerado um bom resultado. "Depende da circunstância do jogo. Se o Vasco jogar melhor que o Athletico e merecer a vitória, não. Se jogarmos mal, aí pode vir a ser", comentou.

Marcos Valadares comandará o Vasco pela segunda partida consecutiva, após a demissão de Alberto Valentim no domingo passado. E o interino - que não deverá se efetivado - se mostrou animado. "É uma grande oportunidade. A preparação está sendo feita desde quando sentei na faculdade. Ou nem isso, quando comecei a jogar bola. Já são 18 anos de futebol de base, com o times grandes, vivenciar títulos, grandes finais", disse o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.