Desfalcado, Vitória joga em casa pela reabilitação

Ainda sem poder contar com o atacante Dinei, o meia argentino Escudero e o lateral-direito Nino Paraíba, que se recuperam de lesões, o técnico do Vitória, Caio Júnior, tem mais uma série de problemas para escalar o time que recebe nesta quarta-feira, às 21 horas, a Ponte Preta, no estádio Barradão, em Salvador, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

14 de agosto de 2013 | 06h53

O lateral-esquerdo Danilo Tarracha - que já ocupava o lugar do titular do time, Mansur, que voltou a sentir uma contusão na coxa direita - sentiu uma lesão muscular e foi vetado para a partida. Já o volante Michel, com fadiga muscular, será poupado. E o atacante argentino Maxi Biancucchi, artilheiro do time na competição, também sentiu a coxa no treino desta terça e é dúvida.

Tantos desfalques devem fazer Caio Júnior promover a estreia de um atleta da base - o lateral-esquerdo Euller, de 18 anos. Gabriel Paulista, que deve fazer a sua despedida do clube - está sendo negociado para o Villarreal, da Espanha -, será improvisado mais uma vez na lateral direita. Luís Alberto deve iniciar a partida na vaga de Michel. E caso Biancucchi não tenha condições de jogo, o mais provável é que o técnico opte pelo meia Renato Cajá, que perdeu a posição na equipe para Camacho.

Mesmo com tantos problemas, o Vitória quer fazer valer o mando de campo para se reabilitar no Brasileirão. A derrota para o Corinthians por 2 a 0, no último domingo, fez o time despencar da quarta posição para a oitava, com 19 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.