Desfalques fragilizam Figueirense

Como se não bastasse a necessidade de vitória por três gols para tirar a diferença da derrota por 2 a 0 no primeiro jogo realizado em Florianópolis, o Figueirense, que acumula uma série de resultados indesejáveis pelo Campeonato Brasileiro, atuará diante do São Paulo sem cinco jogadores titulares, nesta quinta-feira, às 15h30, no Morumbi. São eles: os meias Bilu, Luiz Fernando, Luciano Sorriso e os laterais Pedro e Émerson Ávila.O técnico Vagner Benazzi terá que improvisar e provavelmente alterar o esquema tático da equipe, o tradicional 4-4-2 para o 3-5-2, acrescentando mais um zagueiro para fortalecer o sistema defensivo. Ele não quis confirmar oficialmente a mudança, mas foi com um terceiro zagueiro (André Luiz) - ora como lateral esquerdo, ora como zagueiro - que finalizou o treino desta quarta-feira pela manhã antes do embarque para a capital paulista. No ano passado, o Figueirense também enfrentou o São Paulo nas oitavas-de-final da Copa do Brasil com vitória em Florianópolis (3 a 1), sendo eliminado no jogo de volta com goleada de 6 a 1.A mística diante do seu algoz nesta tarde de nesta quarta-feira, segundo Benazzi, terá que ser superada com muita disposição e comprometimento com a camisa do clube. Durante a semana, ele chegou a incitar os jogadores salientando que todos deveriam jogar com "vergonha na cara", uma espécie de cobrança e resposta aos protestos feitos pela torcida após o empate com a Ponte Preta, pelo Brasileiro, no último domingo.Dor de cotovelo - A novidade na equipe deverá ser a estréia do meia William (ex-Atlético/PR) como forma de dar mais mobilidade e criatividade ao meio campo. Wagner Mancini também retorna ao time para substituir Luciano Sorriso, que nas próximas cinco semanas vai desfalcar a equipe por conta de uma luxação no cotovelo esquerdo. Sandro Hiroshi revelado pelo São Paulo e o veterano Evair, se constituem em esperança de gols.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.