Desfalques preocupam técnico do Vasco

Após obter a classificação para a final da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca na disputa de pênaltis, os jogadores do Vasco receberam folga nesta segunda-feira, mas o goleiro Fábio, responsável pela defesa que assegurou a vaga não se cansou de comemorar. O jogador destacou a união do elenco vascaíno e a vontade que todos estão demonstrando para conquistar o bicampeonato."Não existe vaidade no Vasco. E mesmo aqueles que estão na reserva torcem pelos que estão em campo", destacou Fábio. "Todo mundo está pensando no grupo e em conquista o título." Fábio lembrou que o Vasco está "matando um leão por dia" para depois pensar em enfrentar o Flamengo na grande final do Carioca. Antes de falar sobre os rubro-negros, o goleiro afirmou que o grupo está concentrado somente na partida decisiva de domingo, contra o Fluminense.Já o técnico do Vasco, Geninho, está preocupado com os desfalques da equipe. O meia Marcelinho Carioca, além dos atacantes Alex Alves e o Cadu não poderão atuar.Por causa de uma contusão muscular, Alex Alves precisará ficar em recuperação por 15 dias e não deve mais atuar pelo Carioca. Quanto a Marcelinho, também contundido, a esperança é a de poder ser escalado na grande final, caso a equipe vascaína seja a campeã do segundo turno. E Cadu cumpre suspensão automática."Espero que amanhã (30) possa saber com quem vou poder contar e preparar uma equipe durante esta semana", disse Geninho. "Para o jogo de domingo, tive vários problemas de última hora e precisei catar um jogador aqui e outro ali. Foi difícil."

Agencia Estado,

29 de março de 2004 | 19h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.