Desgastado, Palmeiras poupa volantes contra o Botafogo

Muricy Ramalho não esconde que sua preocupação nos últimos dias, mais do que entrosar a equipe, é evitar lesões, por causa do desgaste. Ele já avisou que deve poupar alguns titulares na partida deste sábado, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto.

AE, Agencia Estado

13 de fevereiro de 2010 | 08h26

Do dia 6 até este sábado, a delegação já encarou 5.190km de viagem, incluindo o retorno à Capital, que será feito logo após o jogo. Além do desgaste natural das viagens, ora feita de avião, ora de ônibus, as altas temperaturas que o elenco tem enfrentado durante as partidas é um adversário extra.

Neste sábado, a previsão do tempo indica que a temperatura possa chegar aos 34º C. Por isso, Muricy já avisou que não deve escalar força máxima. "A questão não é poupar por poupar. Estou correndo sério risco de perder a qualquer momento um jogador por contusão. Tem jogador que está a ponto de estourar. Preciso ver quem está bem. Temos a temporada inteira pela frente e não posso correr risco agora."

Com isso, quem ganha maior importância é o preparador físico Omar Feitosa. Ele explicou que as maiores preocupações são com jogadores que atuaram em todas as partidas do ano, casos de Danilo, Robert, Pierre e Márcio Araújo. Pelo menos um dos dois volantes devem ficar no banco de reservas neste sábado.

"O jogo contra o Flamengo e o Botafogo tiveram um período muito curto, fizemos viagens longas e foi bem desgastante. Então temos que nos preocupar com esses jogadores, que estão mais cansados que os outros", explicou Feitosa.

O preparador físico passou as informações sobre a condição dos atletas para o treinador, que em cima disso, vai montar a equipe hoje. "Temos um acompanhamento sobre a situação física de todos atletas. Passamos esses dados para o Muricy, que é quem escala o time. Ele ouve bastante a gente, mas é claro que quem define é ele."

O técnico realizou nesta sexta um treino fechado para imprensa. A questão no momento, nem é tanto fazer mistério, mas sim, conseguir arrumar as deficiências do time com maior privacidade. Mesmo sem divulgar quem joga, é certo algumas novidades.

O goleiro Marcos, que desfalcou a equipe contra o Flamengo, deve retornar. Ele foi poupado por causa de uma contratura na coxa direita, mas está liberado. "O Marcos treinou bem hoje (sexta) e pode jogar", disse o médico Vinícius Martins.

Sem perder o bom humor, o camisa 12 contou que ficar no departamento médico não é novidade. "Eu já estou acostumado, né?", brincou o goleiro, que fez questão de elogiar seu substituto. "Eu gosto mesmo de estar em campo. O Deola foi bem e agora espero dar minha contribuição para vencermos."

O lateral-direito Figueroa está suspenso, pelo terceiro cartão amarelo. Wendel deve ser o titular. Com isso, Armero e Eduardo brigam pela vaga na esquerda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.