Desgaste é o maior rival do Corinthians

A vitória sobre o Paysandu por 2 a 0, nesta quinta-feira, em Belém, deixou marcas no Corinthians. O time está isolado na liderança, mas o desgaste vem aumentando e os jogadores estão sentindo. No Mangueirão, o cansaço ficou evidente ainda na primeira etapa. No intervalo, Roger reclamou de uma lesão na virilha e foi substituído por Hugo. A situação do meia será melhor avaliada pelos médicos do clube em um exame nesta sexta. Carlitos Tevez também saiu ?baleado?. O argentino correu o quanto suportou. Fez seu gol e deu o passe para Rosinei marcar o segundo. Mas deixou o gramado mancando. ?Senti um pouco de dor, mas não preocupa. Vou me recuperar?, avisou o argentino, em um recado para a Fiel. O argentino evitou comemorar o título antecipadamente, apesar dos 10 pontos que o Corinthians abriu em cima do Goiás, o segundo colocado. ?Falta muito ainda, mas com o Corinthians jogando desse jeito vai ser difícil perder esse título?, afirmou Tevez, que homenageou o aniversariante Hugo em seu gol. Outro jogador que deu sinais de que não está suportando a maratona é o lateral Eduardo Ratinho. Apesar de não ter jogado o clássico contra o São Paulo para recuperar o fôlego, o garoto agüentou apenas 45 minutos nesta quinta. Segundo Ratinho, jogar meio tempo foi opção de Lopes. Nilmar parecia menos cansado e evitava falar em título. ?Essa vantagem não é suficiente para assegurar o campeonato. Vamos manter os pés no chão. Só vamos vibrar quando não for possível ser mais alcançado pelos adversários?. Se lá na frente os atacantes comemoraram o bom aproveitamento, lá atrás também não faltou vibração: a equipe saiu de campo sem levar gol. O destaque mais uma vez foi Fábio Costa. ?Dedico essa vitória ao meu filho, que na terça-feira completou sete anos. É para ele, para a minha mulher e para a torcida do Corinthians que eu tenho de provar algo. O resto é resto?, garantiu. Para domingo, o Corinthians tem dois desfalques certos: o volante Marcelo Mattos e o zagueiro Marinho receberam o terceiro cartão amarelo. Para a vaga do volante, Lopes deverá escalar Fabrício, já que Bruno Octávio ainda trata do entorse no tornozelo direito. Na defesa, o novo companheiro de Betão será Wescley, que jogou pouco mais de dez minutos ao substituir Carlitos Tevez. Até esta quinta, mais de 11 mil ingressos já haviam sido vendidos para o confronto contra os cariocas. A venda continua nesta sexta, das 10h às 17h, no Parque São Jorge, Pacaembu, Morumbi, Ginásio do Ibirapuera, Canindé e estádio Bruno José Daniel, em Santo André. Custam de R$ 15 a R$ 30.

Agencia Estado,

27 de outubro de 2005 | 23h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.