Reuters
Reuters

Desistência do Auckland City faz Fifa adaptar cronograma do Mundial de Clubes

Estádio Khalifa International, que iria receber duas partidas, está fora; Education City e Ahmad Bin Ali estão confirmados

Redação, Estadão Conteúdo

18 de janeiro de 2021 | 11h32

A desistência do Auckland City fez a Fifa anunciar, nesta segunda-feira, adaptações ao cronograma do Mundial de Clubes, a ser disputado mês que vem no Catar. O Khalifa International, estádio que iria receber duas partidas, está fora da competição, enquanto o Education City, de Doha, e o Ahmad Bin Ali, de Al Rayyan, estão confirmados.

Com a intenção de preservar as regras de isolamento da Nova Zelândia no combate à propagação do novo coronavírus, o Auckland City, que disputaria a competição pela décima vez, desistiu de sua vaga no torneio, que será disputado de 1º a 11 de fevereiro. O país da Oceania é um dos poucos que conseguiram controlar os casos de covid-19.

Com a saída do Auckland City, o Al Duhail, do Catar, avançou direto para a etapa seguinte. O campeão da Libertadores, que será decidido no confronto do dia 30, no Maracanã, entre Santos e Palmeiras, estreia em 7 de fevereiro, no Education City, palco da grande decisão do Mundial.

Os times confirmados na competição são: Al-Duhail, (campeão nacional) do Catar; Al Ahly (campeão da África), do Egito; Bayern de Munique (campeão da Europa), da Alemanha; Ulsan (campeão da Ásia), da Coreia do Sul; Tigres (campeão das Américas Central e do Norte), do México; e o vencedor da Libertadores. O sorteio do chaveamento será nesta terça-feira, em Zurique, na sede da Fifa na Suíça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.