Reuters
Reuters

Desprezado por Felipão, Miranda é alvo de gigantes da Europa

Valorizado no continente, zagueiro interessa a clubes como Barcelona, Chelsea e Manchester United

O Estado de S. Paulo

28 de maio de 2014 | 11h06

MADRI - A grande temporada com a camisa do Atlético de Madrid não fez com que Miranda fosse convocado para disputar a Copa do Mundo com a seleção brasileira, porém, fez ele ganhar destaque mundial, a ponto de ser disputado por clubes como Barcelona, Manchester United e Chelsea para o proximo ano.

Um dos pilares do Atlético de Madrid no título do Campeonato Espanhol e no vice da Liga dos Campeões, Miranda passou a ser visto como um dos grandes zagueiros da Europa, tendo formado, ao lado de Godín, a melhor zaga dos dois torneios, tomando apenas 26 gols em 38 partidas do Espanhol.

E apesar da ausência na lista final de Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo, fato que foi bastante questionado no Brasil e também no exterior, Miranda virou alvo de equipes que desejam reforçar o seu sistema defensivo.

O primeiro que apareceu como interessado foi o Barcelona, que, com a aposentadoria de Puyol, passa a contar apenas com Piqué como titular para a zaga. A equipe de Neymar e Messi, que fracassou na temporada, enfrentou o Atlético por seis vezes nessa temporada e não venceu nenhuma. Depois, o Chelsea cogitou uma proposta para tirar da equipe espanhola o trio de brasileiros formado por Miranda, Filipe Luís e Diego Costa.

Por fim, quem também quer contar com o futebol de Miranda é o Manchester United. Depois de um ano desastroso, o time começa a se reestruturar e pensa no brasileiro para suprir as ausências dos veteranos Vidic e Ferdinand, que já anunciaram suas saídas do clube. De acordo com o jornal espanhol AS, o United já teria um acordo para contratar Miranda e gastaria mais de R$ 90 milhões pelo zagueiro ex-São Paulo e Coritiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.