Lucas Figueiredo/CBF
Lucas Figueiredo/CBF

Destaque contra o Chile, Weverton diz ter feito sua melhor atuação pelo Brasil

Goleiro fez importantes defesas, especialmente no primeiro tempo quando o jogo ainda estava 0 a 0

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2021 | 01h26

O veto de jogadores que atuam na Inglaterra abriu espaço para algumas caras novas na seleção brasileira e outras nem tanto, mas que não eram titulares. Um deles foi Weverton. O goleiro do Palmeiras aproveitou a chance como titular e fez, segundo ele próprio, a sua melhor atuação pelo Brasil no triunfo por 1 a 0 sobre o Chile em Santiago, pela nona rodada das Eliminatórias.

Em uma dia em que a defesa brasileira não foi bem, Weverton apareceu com destaque especialmente no primeiro tempo para salvar o Brasil em ao menos três ocasiões no melhor momento dos chilenos no jogo. A defesa mais impressionante foi em um cabeceio de uma cobrança de falta batida por Vidal que ele havia soltado para o meio da área.

"Foi a minha melhor atuação. Foi o jogo em que eu mais trabalhei, principalmente no primeiro tempo. Feliz em poder ajudar, mas mais feliz ainda com a vitória", afirmou o goleiro palmeirense. "Quando saio do jogo sem sofrer gols é uma grande atuação".

"Quando se tem a oportunidade é hora de mostrar que está em bom nível. Tem bastante coisa para acontecer ainda. O importante é corresponder sempre que entrar. Hoje eu pude mostrar um pouco do meu trabalho e espero seguir assim na seleção", acrescentou o concorrente de Alisson e Ederson, goleiros que não puderam se apresentar ao grupo de Tite em razão do veto dos clubes ingleses.

O triunfo diante do Chile manteve os 100% de aproveitamento do Brasil, que lidera com folga as Eliminatórias, com 21 pontos, fruto de sete triunfos. No domingo, na Neo Química Arena, a equipe terá a oportunidade de se vingar da Argentina, atual vice-líder, pelo revés na final da última Copa América.

"Creio que será um jogo disputado e bem aberto. É clássico e a gente espera fazer um bom jogo e vencer mais uma, o nosso grande objetivo", opinou Weverton, que deve ser titular diante dos Argentinos e também contra o Peru, ganhando a oportunidade de ter uma sequência de jogos.

"Quero agradar toda a comissão técnica e mostrar a confiança que eles têm em mim. São jogos importantes e boas oportunidades para que estou à disposição e a comissão pode contar comigo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.