TV ESTADÃO | 31.05.2015
TV ESTADÃO | 31.05.2015

Destaque, Rogério Ceni valoriza ponto fora de casa contra o Inter

Goleiro faz grandes defesas em empate sem gols no Beira-Rio

Estadão Conteúdo

31 de maio de 2015 | 19h56

Apesar de mostrar um bom volume de jogo, o São Paulo saiu com o empate do Beira-Rio no duelo contra o Inter. No entanto, com duas finalizações bem colocadas, os gaúchos também passaram perto de balançar as redes do time do Morumbi. E quando a bola parou de rolar no Beira-Rio, o goleiro Rogério Ceni, que fez grandes intervenções na partida, valorizou o resultado fora de casa pela quarta rodada do Brasileirão.

"Tivemos um pouco de azar nas finalizações, mas o time teve velocidade na frente e criou boas chances. O Inter também chegou. Então, avalio que foi um jogo equilibrado. Na verdade, foi uma pena a partida terminar sem gols, porque São Paulo e Internacional sempre proporcionam bons jogos", avaliou o goleiro.

Sobre a situação do Inter, de entrar com várias reservas por causa das lesões após o duelo contra o Independiente Santa Fé, na Copa Libertadores, no meio de semana, Rogério afirmou que o São Paulo poderia ter saído com um resultado melhor.

"Consegui fazer uma boa defesa na cobrança de falta do Alex, já no final da partida quando o Inter pressionou, mas o jogo no geral foi equilibrado. Nós tivemos mais oportunidades no primeiro tempo, e eles no segundo. Tentamos aproveitar, pois o Inter está na Libertadores e concilia as duas competições. Mas infelizmente não traduzimos em gols. Não foi um resultado ruim, porque jogar em Porto Alegre é sempre difícil", opinou o capitão. Com a igualdade no placar, os paulistas somaram o sétimo ponto na competição.

A partir desta segunda-feira, no Centro de Treinamento da Barra Funda, o técnico colombiano Juan Carlos Osorio iniciará a sua trajetória no clube já de olho no próximo compromisso do São Paulo contra o Santos, na quarta, no Morumbi, pela quinta rodada do Brasileirão, às 21h (de Brasília).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.