Destaque da Ponte, Felipe Azevedo passa por cirurgia no rosto e volta em 2 meses

Após fraturar o rosto diante do Joinville, no último dia 31, o meia-atacante Felipe Azevedo passou por cirurgia na manhã desta quinta-feira, em Campinas, e tem previsão para retornar aos gramados semanas antes do início do Campeonato Paulista, no final de janeiro de 2016.

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2015 | 20h33

Na vitória sobre o Joinville por 1 a 0, Felipe Azevedo deixou o gramado ainda no primeiro tempo após receber um chute no rosto. Desde então ficou em repouso no departamento médico. A cirurgia foi mais complexa do que era esperado e demorou perto de quatro horas. "Encontramos uma complexidade maior que a esperada, mas o resultado final muito bom" garantiu o médico Roberto Nishimura.

Foi feita a fixação da fratura com placa e parafuso e a reconstrução do assoalho com enxerto ósseo e tela bioabsorvível. A previsão é que leve de seis a oito semanas para consolidar a fixação e, dentro de dois meses, o jogador estará liberado para os treinos.

Felipe Azevedo está fora das últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, em que a Ponte Preta tentará ficar com uma das vagas na Copa Libertadores de 2016. O time aparece em oitavo lugar, com 50 pontos. Está a três do Santos, o primeiro no G4.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaFelipe Azevedo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.