Pedro Nunes/Reuters
Pedro Nunes/Reuters

Destaque do Brasil, Lucas Paquetá lamenta empate e diz que seleção 'vai se achar'

'Entrosamento vai vir com os treinamentos, com os jogos. Temos que escutar bem o que o professor tem a dizer, se adaptar às ideias e colocar em prática', afirmou o meia

Redação, Estadão Conteúdo

23 de março de 2019 | 20h30

Um dos poucos destaques da seleção brasileira no empate por 1 a 1 contra o Panamá, neste sábado, no estádio do Dragão, na Cidade do Porto, em Portugal, Lucas Paquetá lamentou o resultado, mas disse que a equipe irá se encontrar quando estiver entrosada em campo.

"A gente vai se achar, o entrosamento vai vir com os treinamentos, com os jogos. Temos que escutar bem o que o professor tem a dizer, se adaptar às ideias e colocar em prática em campo para conseguirmos os resultados", afirmou o meia.

Lucas Paquetá fez o gol brasileiro na partida e foi elogiado pelo técnico Tite não apenas pelo gol, mas por toda a atuação no amistoso. Vestindo a camisa 10 de Neymar, que está em fase final de recuperação, o meia cria da base do Flamengo destoou de boa parte de seus companheiros e conseguiu se destacar. O lateral-esquerdo Alex Telles e o atacante Richarlison também apareceram bem.

"Um gol que vai gerar uma confiança para seguir trabalhando e buscando meu espaço. Triste pelo resultado. Não foi o que almejamos", reconheceu. Vamos trabalhar para vencer o próximo jogo e agradar a todos", prometeu Lucas Paquetá.

A seleção brasileira volta a jogar nesta terça-feira, às 16h45 (de Brasília). O adversário no último teste antes da convocação final para a Copa América será a República Checa, na Eden Arena, em Praga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.