Destaque em 2014, Mayke admite queda no Cruzeiro neste ano e prevê reação em 2016

Um dos destaques da campanha vitoriosa do Cruzeiro no Brasileirão de 2014, o lateral-direito Mayke admite que não rendeu o esperado na temporada 2015. Entre lesões e atuações de pouco brilho, o defensor amargou o banco de reservas e só começou a ganhar espaço na reta final do campeonato. Mas, em 2016, Mayke promete recuperar o bom futebol que ajudou o time mineiro a ser campeão no ano passado.

Estadão Conteúdo

25 de dezembro de 2015 | 10h21

"Esse ano de 2015 realmente não foi da maneira que esperava. Tive algumas lesões que me atrapalharam durante a temporada por vários motivos, mas em 2016 vou vir com tudo para fazer um excelente ano com a camisa estrelada", projeta Mayke, que chegou a ser testado como volante pelo então técnico da equipe, Mano Menezes, no fim do Brasileirão.

O lateral compara seu desempenho à trajetória do próprio Cruzeiro ao longo da temporada. "A torcida esteve desconfiada no começo do ano, o time não vinha fazendo uma boa campanha, mas tudo no futebol é a confiança. O elenco readquiriu a confiança durante a competição e graças a Deus retomamos a boa fase do Cruzeiro.".

"O problema é que reagimos no final do Brasileirão, com certeza se fosse um pouco antes conseguiríamos objetivos maiores, mas felizmente contornamos uma situação de possível zona do rebaixamento", diz o lateral, que também cresceu no fim da temporada, quando o time já não tinha maiores pretensões no campeonato.

Ciente do início ruim, Mayke pede desculpas à torcida e promete empenho em 2016 para tentar repetir a performance de 2014. "Aproveito para pedir desculpas pelo meu ano e podem ter certeza que voltarei no próximo ano de outra forma", afirma o lateral de 23 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroMayke

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.