Érico Leonan/São Paulo FC
Érico Leonan/São Paulo FC

Destaque na China, Aloísio diz que espera voltar para o São Paulo

Atacante faz visita aos ex-companheiros de clube

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2015 | 18h22

Artilheiro do Campeonato Chinês com 22 gols defendendo o Shandong Luneng, o atacante Aloísio fez uma visita aos ex-companheiros de São Paulo nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda e contou que espera um dia voltar a defender o clube onde atuou em 2013.

"É só me chamar que eu volto. O São Paulo é um clube que aprendi a amar e fui bem acolhido, me deu tudo que tenho. Mas eu ainda tenho dois anos de contrato lá, fui artilheiro e acho difícil me liberarem. Vestir essa camisa me deu uma enorme alegria e acredito que os torcedores ficaram satisfeitos comigo", disse o jogador, que é comandado pelo técnico Cuca, um dos cotados para assumir o São Paulo em 2016.

Sobre Cuca, Aloísio disse não saber sobre o futuro, mas acredita que o treinador seria uma boa opção para o São Paulo, embora ache pouco provável sua saída do clube chinês.

"Começaram os rumores da saída dele, mas não sei de nada. Ele teve o problema de suspensão (Cuca está suspenso por sete meses após agredir um árbitro), mas precisa ver se ele seria liberado, pois ainda tem um ano de contrato. Mas sem dúvida é um treinador que poderia fazer muito bem ao São Paulo", analisou o atacante.

Aloísio esteve nos planos do Palmeiras no início da temporada, entretanto as conversas não foram adiante. O jogador admitiu que sente saudades do futebol brasileiro e que já se sente adaptado à cultura chinesa e sua alimentação bem diferente.

"Comi escorpião e bicho de seda e parece camarão. A cultura é diferente e lembro que quando cheguei, fiquei um pouco assustado, mas a presença dos brasileiros ajudou bastante e hoje tudo vai muito bem. Não sei se vou continuar muitos anos por lá, afinal tenho saudade do Brasil", contou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCAloísio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.