Nicolas Asfouri/AFP
Nicolas Asfouri/AFP

Destaque na estreia da Inglaterra, Harry Kane adota cautela contra o Panamá

Atacante marcou duas vezes na vitória sobre a Tunísia por 2 a 1 na estreia das duas equipes na Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

20 Junho 2018 | 06h46

O atacante Harry Kane tratou de conter a euforia e pediu respeito à seleção do Panamá, adversário da Inglaterra no próximo domingo, às 9h (de Brasília), em Nijni Novgorod, pela segunda rodada do Grupo G da Copa do Mundo.

+ Dele Alli sofre lesão e preocupa seleção da Inglaterra

+ Panamá tem 'ocmpetição sadia' por titularidade contra a Inglaterra

+ De torcedor a jogador da Inglaterra em 2 anos, Maguire exalta crença na vitória

Na teoria, o adversário é o mais fraco da chave. A equipe panamenha faz sua estreia em Mundiais e perdeu a primeira partida por 3 a 0 para a Bélgica. No entanto, o autor dos dois gols na vitória dos ingleses sobre a Tunísia por 2 a 1 avisou que na competição não terá jogo fácil.

"O Panamá quer continuar vivo na competição e deve fazer um jogo duro. Mas se jogarmos como na primeira metade da partida contra a Tunísia, espero que a gente consiga alcançar nosso objetivo que é a vitória", declarou ao site da Associação Inglesa de Futebol.

 

Para justificar tamanha cautela, Kane apontou os tropeços de seleções favoritas ao título, como os empates da seleção brasileira e da Argentina, além da derrota da Alemanha na primeira rodada. "Vimos muitas equipes grandes sem vencer na estreia. É importante se concentrar e fazer nosso trabalho", afirmou.

Kane, por fim, ainda se mostrou eufórico por ter feitos dois gols em Copas do Mundo logo na partida de estreia. "É difícil de explicar. Sempre é uma sensação boa marcar. Mas fazer gol em Mundial é incrível, a comemoração no estádio... É algo que sonhava desde criança", disse o jogador.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.