Juan Herrero/EFE
Juan Herrero/EFE

Destaque na estreia, zagueiro do Irã sofre lesão muscular e é cortado da Copa

Jogador importante da seleção iraniana não vai poder enfrentar ajudar seu país contra Espanha e Portugal

Estadão Conteúdo

18 Junho 2018 | 17h46

Depois da vitória na estreia da Copa do Mundo, sobre Marrocos, a seleção iraniana sofreu um duro golpe nesta segunda-feira. Um de seus principais jogadores no triunfo por 1 a 0 de sexta-feira, o zagueiro Roozbeh Chesmi foi cortado do restante da competição por causa de uma lesão muscular.

+ Irã faz festa de 'campeão' e técnico exalta fim da invencibilidade do Marrocos

+ Isco exalta estilo de jogo espanhol 'inegociável' e prevê dificuldades contra Irã

A federação de futebol do país informou que Chesmi se contundiu no treino de domingo da seleção. Submetido a exames, ele foi diagnosticado com uma lesão que o impede de entrar em campo na sequência do Mundial.

"Roozbeh sofreu uma lesão muscular no treino de domingo, e, depois de avaliação médica e exames suplementares, foi revelado que o jogador não poderia acompanhar a seleção nacional no restante da Copa do Mundo. Mas ele seguirá com a seleção nacional até o fim da competição", explicou a entidade, informando que o zagueiro seguirá na Rússia.

Roozbeh foi considerado um dos melhores em campo no triunfo por 1 a 0 sobre Marrocos. No dia seguinte, o jogador chegou a manifestar seu otimismo com a atuação iraniana. "Mantivemos nossa concentração (ao sofrer as investidas do ataque marroquino). E tenho certeza que é possível obter um bom resultado contra a Espanha", disse.

 

O técnico português Carlos Queiroz deve definir nos próximos dias o substituto de Roozbeh na defesa do Irã para as partidas seguintes. A equipe volta a campo já nesta quarta, quando encara a Espanha em Kazan, às 15 horas (de Brasília). Depois, fecha a participação na primeira fase contra Portugal, segunda que vem, em Saransk.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.