Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Deyverson comemora gol do título e se declara: 'Aprendi a amar o Palmeiras'

Atacante celebra superação no clube, depois de ter passado um semestre inteiro sem marcar e sofrer críticas

O Estado de S. Paulo

25 de novembro de 2018 | 19h18

O atacante Deyverson, do Palmeiras, declarou neste domingo amar e estar muito identificado com o clube. Depois de marcar o gol do título brasileiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, em São Januário, o jogador de 27 anos relembrou o quanto sofreu com críticas e momentos ruins dentro da equipe até se superar e entrar para a história do time.

No segundo tempo, o jogador garantiu o 1 a 0 minutos depois de entrar no lugar do colombiano Borja. "Vou comemorar o título com minha família. Estou no Rio, onde fui nascido e criado. Aprendi a amar o Palmeiras de forma que não sei explicar", afirmou para a TV Globo o atacante, que veio em julho do ano passado contrato por R$ 18 milhões, com recursos aportados pela Crefisa.

Deyverson desabafou sobre os momentos ruins encarados no clube. "Eu sou um cara que recebi muita crítica. Tive algumas polêmicas, mas o grupo nunca me abandonou, nem Deus, nem minha família. Esse título é para essa torcida maravilhosa", disse. O atacante recebeu críticas pela má fase no começo do ano, quando passou o primeiro semestre inteiro sem marcar.

Além disso, o jogador também sofreu com expulsões e suspensões nas três competições que disputava. "Eu fui criticado. Mas também me aplaudiram, incentivaram bastante. Pude mostrar que sou um cara dedicado", disse o jogador, que neste ano tem 41 jogos e dez gols marcados.

Já campeão, o Palmeiras encerra a participação no Campeonato Brasileiro contra o Vitória, no Allianz Parque, no próximo domingo, pela última rodada. O jogo marca a cerimônia de preparação e a entrega da taça de campeão para a equipe.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.