WERTHER SANTANA/ ESTADÃO/ 21-10-2018
WERTHER SANTANA/ ESTADÃO/ 21-10-2018

Deyverson e Felipão são punidos e desfalcam o Palmeiras na quarta

Os dois estão fora da partida diante do Fluminense, quarta-feira, por causa dos incidentes no jogo com o Ceará

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2018 | 15h25

O atacante Deyverson e o técnico Luiz Felipe Scolari vão desfalcar o Palmeiras diante do Fluminente, quarta feira, no Allianz Parque. Os três punidos foram pelo Superior Tribunal de Justiça Deportiva (STJD) em julgamento nesta segunda-feira. O atacante pegou dois jogos de gancho (um já cumprido automaticamente na rodada seguinte). O treinador foi punido com uma partida de suspensão. Já o diretor Alexandre Mattos foi suspenso por 15 dias.

Os três foram punidos por incidentes na vitória sobre o Ceará por 2 a 1, no Pacaembu, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, no 21 de outubro. Deyverson acertou uma solada em Richardson aos 45 minutos do primeiro tempo e foi expulso. A pena poderia variar entre uma e seis partidas de suspensão.

Felipão, a exemplo de Alexandre Mattos, foi julgado por conduta contrária à ética ao desrespeitarem a arbitragem. Após o fim da partida, os dois questionaram a expulsão de Deyverson e os cartões amarelos. "É mesmo? Ah, não acredito. Só eu perdi? Parece até que tinham lista pronta. Parece que tinha uma lista pronta. Tenho um grupo de trabalho muito bom. Vai prejudicar, sim. Todo mundo sabe. Todo mundo sabe que vai prejudicar. Volto a afirmar: todo mundo sabe”, disse o treinador.

Felipão e Mattos eram reincidentes. No fim de outubro, eles já tinham sido julgados no STJD por declarações contra jogadores do Cruzeiro e a arbitragem em partidas pela Copa do Brasil e pelo Brasileirão. O técnico acabou absolvido, mas o diretor tomou uma advertência. Por conta da reincidência, o treinador foi punido com um jogo de suspensão, enquanto Mattos recebeu suspensão de 15 dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.