Di Matteo pede demissão do Schalke 04 após fechar Campeonato Alemão em 6º lugar

O Schalke 04 anunciou oficialmente nesta terça-feira que o técnico Roberto di Matteo pediu demissão depois de ter realizado uma temporada que considerou decepcionante dentro do clube. O comandante deixa o cargo depois de ter encerrado o último Campeonato Alemão na sexta posição.

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2015 | 12h41

Di Matteo afirmou que está saindo do clube de maior torcida na Alemanha por acreditar que "após uma insatisfatória segunda metade da temporada não poderia garantir o sucesso esperado pelo clube para o futuro".

O treinador italiano, que venceu a Liga dos Campeões pelo Chelsea em 2012, havia assumido o comando do Schalke em outubro passado. De lá para cá, ele chegou a levar a equipe da 11ª para a terceira posição da principal competição do país e ficou próximo de eliminar o Real Madrid nas oitavas de final da Liga dos Campeões - depois de derrota por 2 a 0 em casa no duelo de ida, ganhou o confronto de volta por 4 a 3, na Espanha, ficando a um gol da classificação às quartas.

O Schalke ainda terminou o Campeonato Alemão na zona de classificação para a Liga Europa, mas mesmo assim Di Matteo optou por deixar o cargo, rescindindo o contrato que previa a sua permanência no clube até 30 de junho de 2017. O auxiliar Attilio Lombardo e o preparador de goleiros Massimo Battara também deixam o clube junto com o comandante.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSchalke 04Roberto di Matteo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.