Di Stéfano: quadro já é de boa melhora

Um dia depois de ser operado para a colocação de quatro marca-passos no coração, a recuperação de Alfredo Di Stéfano, presidente de honra do Real Madrid, é considerada satisfatória pela comissão médica do Hospital La Fe, em Valência. ?Ele está consciente, comunicativo e já iniciou a ingestão de alimentos?, informou, nesta quinta-feira, a junta médica. De acordo com o comunicado do hospital, o ex-jogador ?está com a saúde em boa evolução, mantém as condições vitais e já retirou a ventilação mecânica?. Na manhã desta quinta, várias personalidades estiveram presentes no hospital. Entre elas, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, o presidente da Generalitat Valenciana, Francisco Camps, e o ex-jogador Antonio Puchades, que jogou pelo Valencia nas décadas de 40 e 50. Considerado um dos maiores jogadores da história do futebol em todos os tempos, Di Stéfano, de 79 anos, se encontrava na região de Valência para passar o Natal com a família quando, na madrugada de sábado, sofreu um infarto agudo do miocárdio, que lhe provocou um edema pulmonar e fez com que fosse internado em caráter de urgência no hospital.

Agencia Estado,

29 de dezembro de 2005 | 10h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.