Diadora vai vender a marca Palmeiras na Ásia

A ótima campanha do Palmeiras na Série B do Campeonato Brasileiro servirá para impulsionar a internacionalização do nome do clube. Há dez dias, executivos da Diadora, multinacional italiana que fornece os artigos esportivos para o departamento de Futebol, enviaram para o Japão 500 camisas, que serão vendidas em lojas de Tóquio. No início de 2004, será a vez de Cingapura. Dirigentes da empresa afirmam que foram vendidos 120 mil artigos em menos de seis meses para os palmeirenses. A marca fez com que passassem a considerar o clube como top no mundo do futebol. Com isso, irá receber a partir de agora um tratamento similar ao da Roma, carro-chefe da empresa na Europa. ?Queremos trabalhar a marca Palmeiras no Oriente como fizemos com a da Roma, que tem até torcida organizada no Japão?, diz Luís Maia, gerente da Diadora no Brasil. A empresa espera fechar o ano com um faturamento superior a R$ 60 milhões no Brasil. Deste valor, 15% estão diretamente ligados ao Palmeiras. Contratos ? Depois do acerto com o técnico Jair Picerni, a preocupação dos dirigentes do Palmeiras é com os contratos de Baiano, Daniel e Lúcio, que vencem dia 31. As negociações entre clube e procuradores/empresários continuam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.