Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Diante do Botafogo, Santos perde a primeira no Brasileirão

Time carioca faz 2 a 0 no final do jogo, com Batista e Laio, no Engenhão e ganha a primeira partida

Tercio David, estadao.com.br

13 de junho de 2009 | 20h23

O Botafogo foi a primeira equipe a derrotar o Santos neste Campeonato Brasileiro. Mesmo sem apresentar um grande futebol, o time carioca fez o suficiente para vencer por 2 a 0 neste sábado, no Engenhão, pela sexta rodada. Batista e Laio fizeram os gols do jogo, no segundo tempo.

Veja também:

link Botafoguenses esperam agora ter menos pressão

link Mancini inova e culpa os gandulas pela derrota do Santos

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com o resultado, o Santos permanece com nove pontos e corre o sério risco de deixar a zona de classificação para a Libertadores. Já o Botafogo, que venceu a sua primeira partida no Brasileirão, deixou provisóriamente a zona de rebaixamento, com seis pontos.

Na próxima rodada, o Santos recebe o Atlético Mineiro, na Vila Belmiro, no domingo. Na véspera, o Botafogo visita o Vitória, no Barradão.

Jogo fraco

No primeiro tempo, faltou futebol. Em um verdadeiro show de passes errados e impedimentos, nenhuma das equipes conseguiu dominar o adversário, embora o Botafogo tenha sido um pouco superior, por jogar mais no campo de ataque.

E foi exatamente do Botafogo o único bom lance da primeira etapa, aos 31, quando Fahel recebeu livre na área e tocou por cima de Fábio Costa. Seria um golaço, não fosse a intervenção salvadora de Fabiano Eller, que tirou em cima da linha.

 Botafogo 2
Renan; Alessandro, Emerson, Leandro Guerreiro e Eduardo; Fahel (Renato), Batista, Léo Silva (Thiaguinho) e Lúcio Flávio; Tony (Laio) e Victor Simões     
Técnico: Ney Franco
 Santos 0
Fábio Costa; Pará, Fabão, Fabiano Eller e Léo     ; Roberto Brum      (Roni), Rodrigo Souto, Madson (Robson), Paulo Henrique Lima e Molina (Neymar); Kleber Pereira
Técnico: Vágner Mancini
Gols: Batista, aos 38, e Laio, aos 42 minutos do segundo tempo.

Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA/PR)

Renda e Público: não disponíveis

Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro

No segundo tempo, os times continuaram pouco criativos, principalmente o Santos, com Madson e Molina praticamente invisíveis. Jogando contra o ex-clube pela primeira vez desde seu retorno ao Botafogo, Lúcio Flávio foi outro que mal foi notado em campo.

Gols no fim

Apesar de não jogar bem, o Botafogo teve mais vontade e conseguiu marcar nos minutos finais. Aos 38, depois de uma troca de passes no ataque, Thiaguinho ajeitou a bola quase na linha da área para o chute preciso de Batista, no canto direito de Fábio Costa.

Mostrando oportunismo, Laio marcou o segundo. Aos 42, depois de um chutão para frente, Fabão tentou cortar de cabeça, mas não conseguiu e acabou ajeitando para o botafoguense, que driblou Fábio Costa e tocou para o gol vazio, sacramentando a primeira vitória do Botafogo neste Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.