Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino
Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino

Diante do Coritiba, Bragantino defende invencibilidade de quatro jogos

Duelo deste sábado pode levar equipe de Bragança Paulista a se afastar da zona de rebaixamento

Redação, Estadão Conteúdo

05 de dezembro de 2020 | 15h47

O Red Bull Bragantino vive o seu melhor momento no Campeonato Brasileiro e para se distanciar ainda mais da zona de rebaixamento vai ao Paraná enfrentar o Coritiba, neste sábado, às 21 horas, no estádio Couto Pereira, pela 24.ª rodada.

Invicto há quatro jogos - a maior sequência até agora no Brasileirão -, o time paulista está na 15.ª colocação, com 27 pontos, sete a mais que o Coritiba, adversário deste sábado e que figura na zona de rebaixamento.

"A gente sabe que vai ser mais um jogo difícil. Eles têm um tempo maior de preparação, mas temos um tempo suficiente. É ajustar os detalhes, ver o que podemos melhorar em relação a esse jogo e ir lá tentando buscar a vitória", disse o técnico Maurício Barbieri logo após o empate sem gols com o Fluminense, no Maracanã.

Para essa importante partida, o treinador tem dois importantes desfalques no setor ofensivo. Artur torceu o tornozelo direito durante um treinamento na semana e foi vetado pelo departamento médico, enquanto Helinho cumpre suspensão.

A tendência é que Bruno Tubarão entre no lugar de Artur, enquanto Morato ou Cuello são as opções para a vaga de Helinho. No mais, Maurício Barbieri deve manter o time que iniciou no Rio.

O Bragantino ainda tem outros desfalques. O goleiro Júlio César está cumprindo a quarentena após testar positivo para a covid-19 na semana passada, enquanto o lateral-esquerdo Weverson e o zagueiro Léo Realpe seguem lesionados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.