Diante do lanterna, Corinthians tenta assumir liderança

O Corinthians liderou o Campeonato Brasileiro nas primeiras nove rodadas. Também esteve no topo na 11ª. Depois, viu o Fluminense mandar na competição. Neste sábado, às 18h30, em seu palco predileto, o Pacaembu, diante do adversário ideal, o lanterna Prudente, o time corintiano tem tudo para recuperar a primeira colocação. Basta somar um ponto. Mas a meta é vencer, se possível com boa margem de gols, já que perde a ponta para os cariocas justamente no saldo de gols (16 a 15). Um triunfo por placar largo, significa jogar pressão no rival, que no domingo tem o clássico com o Flamengo.

FÁBIO HECICO, Agência Estado

18 de setembro de 2010 | 08h13

"A vitória sobre o Fluminense foi importante em função do nosso último resultado. Mas ainda muita coisa tem para acontecer no campeonato, é preciso manter os pés no chão, pois vamos ter uma partida complicada no sábado, contra o Prudente. Eles vão vir fechados e com marcação individual", disse o técnico Adílson Batista, lembrando do importante resultado da última quarta-feira, quando o Corinthians venceu o líder no Rio.

Os jogadores também pregam humildade. Na verdade, não admitem de forma alguma um tropeço, o que jogaria a bela vitória de quarta-feira pelo ralo. Contudo, esperam confirmar a boa fase do ataque, o melhor da competição, com 37 gols anotados, ao lado do Fluminense, e que deixou sua marca em 19 das 21 partidas até agora.

Neste sábado, mais uma vez Jorge Henrique e Iarley formam o ataque. Na teoria, a dupla de frente titular seria formada por Ronaldo e Dentinho, mas ambos ainda se recuperam de lesão - devem estar aptos para o clássico diante do Santos, na quarta-feira.

Os novos titulares não têm decepcionado. Juntos, anotaram 10 gols, mas vêm se destacando pelo espírito de luta e de solidariedade. Além de balançar as redes, vêm atuando como garçons. Que o diga Bruno César, artilheiro da equipe com nove gols, que muitas vezes só tem o trabalho de empurrar a bola para as redes em jogadas iniciadas pela dupla.

O volante Jucilei e o zagueiro William, ambos suspensos, são desfalques de Adílson Batista, que já não vinha contando com Chicão, Ronaldo e Dentinho, todos machucados, e ainda não sabe se poderá escalar Ralf e Roberto Carlos, com lesões. Com qual time for, o corintiano espera gritar e comemorar muitos gols neste sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.