JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Diante do Sport, Palmeiras tenta subir mais um degrau rumo à Série A

Líder da competição enfrenta quinto colocado para aumentar diferença e se aproximar do acesso

Daniel Batista, O Estado de S. Paulo

21 de setembro de 2013 | 07h40

SÃO PAULO - Controlar a ansiedade e o clima de já ganhou parecem ser os maiores desafios do Palmeiras até garantir o acesso para a elite nacional. Esperar por algo tão previsível incomoda os palmeirenses e, por isso, a ordem é encarar o jogo contra o Sport neste sábado, no Pacaembu, como mais uma decisão na Série B. Quanto antes voltar à Série A, melhor. O Sport começou a rodada em quinto lugar com 15 pontos a menos que o Palmeiras – 52 contra 37. Se vencer, o time de Gilson Kleina amplia a vantagem para o quinto colocado, independentemente dos outros resultados, pois Icasa e Boa Esporte, que aparecem abaixo dos pernambucanos, estão com 35.

Nas contas da comissão técnica, mais quatro vitórias e dois empates garantem o acesso. Alguns matemáticos apostam que quatro vitórias são suficientes. O jogo promete uma disputa tática. O Sport melhorou na classificação após a chegada de Geninho, há duas rodadas. Venceu as partidas por 1 a 0, passou a atuar com três zagueiros e mostrou um poder de marcação muito maior, encabeçado por Pereira, ex-Santos. Kleina promete ir para cima mesmo sem poder contar com Leandro, machucado, e Mendieta, suspenso. Ele só não decidiu – ou não quis revelar – se vai apostar em Ananias e montar uma formação bem ofensiva ou será mais cauteloso e colocará Charles para ajudar na marcação, dando maior liberdade para Valdivia, que tem se destacado quando joga no Pacaembu.

Além da matemática em jogo, criou-se também uma recente rivalidade com o Sport que faz a partida ganhar ainda mais ares de decisão. No primeiro turno, a equipe pernambucana venceu por 1 a 0 com um gol de mão feito após uma cobrança de escanteio mal marcado pelo árbitro. “Saímos de cabeça inchada aquele dia. Nossa esperança é que nada aconteça agora”, disse Henrique. Nesta partida, o volante Márcio Araújo foi expulso depois do jogo por reclamar da arbitragem.

Nos últimos confrontos parece ter se tornado comum confusão e violência em jogos do Palmeiras. Valdivia e Alan Kardec mostraram hematomas após o jogo contra o América-MG. Diante do Avaí, Leandro teve que deixar o campo, após uma entorse no tornozelo esquerdo no momento em que foi dividir a bola. “Estão exagerando nas jogadas ríspidas contra nós e a arbitragem precisa ver com mais atenção este ponto”, disse Kleina, que pediu maior calma para seus atletas também.

No Sport, Geninho conta com a volta de Tobi, após cumprir suspensão na última rodada. Para o treinador, neste sábado é a chance de seu time mostrar o quanto é forte. “Vai ser um grande teste para essa equipe. Se conseguirmos passar por ele, temos tudo para crescer na sequência”, acredita.

SEM ESPECULAÇÃO

O assunto técnico para o centenário continua rendendo no Palmeiras. Kleina revelou nesta sexta-feira que Vanderlei Luxemburgo ligou para ele e negou que tivesse acertado para dirigir o clube em 2014. “O Luxemburgo me telefonou e falei que nem precisava fazer isso. Mas ele, mostrando ser um profissional diferenciado, falou que estava focado no Fluminense e que não tinha nada daquilo que estava sendo falado.”

PALMEIRAS X SPORT

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley, Valdivia e Ananias (Charles); Vinícius e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

SPORT: Magrão; Tobi, Pereira, Vinícius Simon e George Lucas; Anderson Pedra, Rithely, Lucas Lima e Marcelo Cordeiro; Marcos Aurélio e Felipe Azevedo. Técnico: Geninho

Árbitro - Célio Amorim (SC); Horário - 16h20; TV - Band e Globo; Local - Estádio do Pacaembu (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasSérie BSport

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.