Dias quer indiciamento de investigados

O presidente da CPI do Futebol, Álvaro Dias, pediu nesta terça-feira ao procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, que antes mesmo da conclusão das investigações, providencie a abertura de inquéritos contra o presidente do Vasco da Gama, deputado Eurico Miranda (PPB-RJ), o ex-técnico da seleção brasileira e atual técnico do Corinthians, Wanderley Luxemburgo, o presidente do Flamengo, Edmundo Santos Silva, e contra ex-dirigentes do Grêmio e do Internacional. De acordo com o senador, a comissão tem "indícios fortes" de que todos eles cometeram fraude cambial.Dias explicou que só com inquéritos abertos pela Polícia Federal é que a Advocacia Geral da União poderá rastrear as contas bancárias e a movimentação financeiras dessas pessoas e dos clubes no exterior.Brindeiro prometeu atender ao parlamentar. O procurador disse que na semana que vem vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) que providencie a instauração de inquérito contra Eurico Miranda. Mas o tribunal só poderá agir se for autorizado pela Câmara dos Deputados. Os demais casos serão remetidos aos Ministérios Públicos dos Estados onde teriam ocorrido as irregularidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.