Dida: CBF solicitica mais informações

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou nesta quarta-feira que vai solicitar à Fifa informações sobre o alcance da sanção imposta ao goleiro Dida - suspenso por um ano pela comissão disciplinar da Federação Italiana de Futebol por uso de passaporte falso. A CBF quer saber se a punição está restrita à participação dele na Itália ou não. O vice-presidente do departamento jurídico da CBF, Carlos Eugênio Lopes, disse que qualquer sanção imposta no âmbito da UEFA (União Européia de Futebol) ou de uma liga nacional (no caso, a italiana)não se aplica a partidas de seleções, a menos que seja ratificada pela Fifa.Segundo o coordenador-técnico Antônio Lopes, Dida deverá permanecer com a seleção em Teresópolis até segunda ordem. Além de Dida, a CBF pediu informações também sobre os outros jogadores brasileiros suspensos na Itália, pelo mesmo motivo - casos de Fabio Júnior (da Roma, cedido ao Palmeiras); Dedé e Jeda (Vicenza); Warley, Alberto e Jorginho Paulista (Udinese). Jorginho Paulista foi cedido por empréstimo ao Vasco da Gama e Warley ao Grêmio.

Agencia Estado,

27 de junho de 2001 | 15h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.