Dida se diz preparado para "fechar" o gol do Brasil

Tido como um jogador tímido, de poucas palavras e sério, o goleiro Dida explicou nesta quinta-feira, após os treinos do Brasil em Offenbach, que participa ativamente do dia-a-dia da seleção e que está preparado para a estréia na Copa, contra a Croácia. "Tenho um bom relacionamento dentro do grupo e participo diretamente com meus companheiros e amigos de todas as atividades, pois o ambiente permite isso. A alegria é importante e aqui nós fazemos parte de uma grande família", explicou o goleiro, de 32 anos.A Copa da Alemanha será a terceira na carreira de Dida. No entanto, essa será a primeira vez que ele será o titular. "Estou fazendo tudo o que é possível para contribuir com o grupo. É uma emoção muito grande e quero ir muito bem na estréia", explicou o goleiro, que chegou a ser questionado no Milan por causa de algumas falhas cometidas na última temporada do Campeonato Italiano.Dida também comentou sobre a conversa que os jogadores terão ainda nesta quinta com o presidente Lula. "Bem, eu vou pedir para ele fazer o melhor para o Brasil e cuidar da educação e da cultura".Sobre uma possível transferência para o Corinthians, o goleiro comentou que está contente com o Milan e que só quer pensar na seleção. "Não quero falar sobre nada disso, estou satisfeito no Milan e só quero pensar no Brasil", contou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.