Alexandre Lops/Divulgação
Alexandre Lops/Divulgação

Diego Aguirre festeja reabilitação do Inter na Copa Libertadores

Técnico destaca a importância da vitória sobre a La U por 3 a 1

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2015 | 09h46

O técnico Diego Aguirre festejou a vitória do Internacional por 3 a 1 sobre a Universidad de Chile, na noite de quinta-feira, no Beira-Rio, e destacou a importância do triunfo para o time, que havia estreado no Grupo 4 da Copa Libertadores com derrota pelo mesmo placar para o The Strongest, na semana passada, na Bolívia.

"Tínhamos que fazer um bom jogo e vencer. Acho que o Inter mostrou boas transições da defesa para o ataque, principalmente nos gols. Foi uma vitória importante", avaliou Aguirre, aprovando a atuação do setor ofensivo do Inter no duelo com o time chileno. 

O resultado também deixou a diretoria do Inter satisfeita. O presidente Vitorio Piffero destacou a boa presença da torcida - foram 32.133 pagantes - e avaliou que Aguirre agora está mais próximo de definir a formação ideal da equipe gaúcha. 

"Muito boa vitória. A torcida nos apoio os 90 minutos e ajudou a construir uma bela vitória. Temos um excelente grupo e temos que formar uma equipe. É o que está sendo feito", comemorou o dirigente. 

O primeiro triunfo nesta edição da competição levou o Inter a assumir a vice-liderança do Grupo 4 da Libertadores, com três pontos, mesma pontuação do The Strongest, que caiu para o terceiro lugar por ter pior saldo após ter sido derrotado pelo Emelec por 3 a 0, na última quarta-feira, no Equador. O time equatoriano é o líder isolado da chave, com seis pontos, enquanto a Universidad de Chile ocupa a lanterna, sem nenhum ponto somado em duas partidas.

Agora vice-líder, o Inter voltará a jogar pela Libertadores em 4 de março, contra o Emelec, novamente no Beira-Rio. Neste domingo, também no seu estádio, o time vai encarar o Grêmio em clássico válido pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.