Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

'Diego Alves tem contrato e vai cumprir suas obrigações', diz dirigente do Fla

Vice-presidente de futebol, Ricardo Lomba, concedeu entrevista para falar da situação do goleiro

Estadão Conteúdo

23 Outubro 2018 | 20h46

A diretoria do Flamengo se reuniu com o goleiro Diego Alves na tarde desta terça-feira, no Ninho do Urubu, e decidiu que o jogador continua à disposição do técnico Dorival Junior para a sequência do Brasileirão. "Ele é atleta do Flamengo, com contrato em vigor e cumprirá suas obrigações. Treinou ontem [segunda], hoje e vai se apresentar amanhã [quarta]", disse Ricardo Lomba, vice-presidente de futebol.

O dirigente não revelou se o jogador vai ser punido ou terá de pagar uma multa pelo fato de ter se negado a viajar com o grupo para Curitiba, onde a equipe enfrentou o Paraná, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Diego Alves não aceitou ficar na reserva de Cesar. "Ainda vamos seguir um pouco internamente neste assunto e oportunamente tudo será esclarecido", afirmou Lomba.

Para o vice-presidente flamenguista, o fato não tumultuou o ambiente no clube. "Ganhamos no Paraná e marcamos quatro gols. A postura e a disciplina do futebol do Flamengo não serão afetados." Mas concordou que se trata de um assunto desagradável. "Não é uma coisa boa, mas vamos seguir focados. Temos uma decisão no sábado contra o Palmeiras, vamos em busca da vitória para diminuir a desvantagem na classificação e ir atrás do título."

Quando questionado na entrevista coletiva se Diego Alves aceitaria permanecer na reserva no jogo de sábado contra o Palmeiras, Lomba afirmou que a decisão é totalmente do técnico Dorival Junior. "Sou a favor da meritocracia. Tem de aceitar sempre as decisões do treinador, que é quem tem o poder de escalar o time."

Diego Alves havia se machucado pouco antes da chegada de Dorival ao time, no fim do mês passado. Enquanto estava ausente, em recuperação, foi substituído por César. Ao se reabilitar, contudo, foi mantido de fora da equipe por opção do treinador. Mas o titular não gostou da decisão e se recusou a viajar com a delegação para Curitiba.

TREINO

A primeira atividade desta terça-feira aconteceu em espaço reduzido e dividido em dois grupos, os jogadores fizeram um trabalho de reação e toque rápido com a marcação pressionando. Na sequência, Dorival Junior comandou um treino coletivo com os atletas que não iniciaram o jogo contra o Paraná.

O meia Diego e o volante Jean Lucas foram os destaques. Antes de encerrar o dia de treino, os atacantes Henrique Dourado e Lincoln aprimoraram as finalizações.

 

 

Mais conteúdo sobre:
FlamengoDiego Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.