Diego Cavalieri afirma que Fluminense cresceu na 'hora certa'

Diego Cavalieri afirma que Fluminense cresceu na 'hora certa'

Goleiro diz que equipe aumentou produtividade ao passo que o campeonato afunilou e celebra marca de 200 jogos pelo clube

Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2014 | 10h57

Antes abalado por uma sequência de tropeços, o Fluminense voltou com tudo para a briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores ao conquistar a sua terceira vitória consecutiva no último sábado, quando bateu o Atlético Paranaense por 2 a 1, no Maracanã, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Satisfeito com o bom momento, o goleiro Diego Cavalieri avaliou que o time embalou no momento certo, quando o torneio está afunilando.

"Conseguimos a sequência de vitórias que precisávamos para voltar a sonhar com coisas melhores no campeonato. Esperamos manter isso. Crescemos na hora certa. Temos um objetivo, um desejo, mas precisamos manter os pés no chão, falta muita coisa ainda. É importante estarmos em evolução, numa crescente. Quem sabe, a gente não possa concretizar com uma vaga na Libertadores? Seria o ideal para o clube, torcida e nós, jogadores, que estamos lutando e sonhando", disse.

O triunfo no sábado deixou o Fluminense em sexto lugar no Brasileirão, com 51 pontos, a dois do G4, grupo dos times que se classificam para a próxima Libertadores. Além da importância do triunfo, o jogo foi especial para Cavalieri por ser o 200º do goleiro pelo clube das Laranjeiras.

"É uma marca muito importante. Sou bem tranquilo quanto a números, estou sempre preocupado em render bem, jogar bem. Claro que é um motivo de orgulho chegar a essa marca em um clube como o Fluminense. Fico feliz por ter concretizado este feito com uma vitória. Estou num momento tranquilo, feliz", afirmou.

Tentando ampliar a sua boa fase, o Fluminense voltará a entrar em campo no próximo sábado, às 19h30, quando vai enfrentar o Goiás, no Serra Dourada, pela 32ª rodada do Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseDiego Cavalieri

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.