Diego Costa diz não se arrepender por escolher Espanha

O atacante Diego Costa garantiu que não se lamenta por ter optado por defender a Espanha na Copa do Mundo de 2014, em que sua seleção perdeu as duas primeiras partidas da primeira fase e foi eliminada com uma rodada de antecedência. Sergipano de nascimento, o jogador chegou a atuar pelo Brasil duas vezes em março de 2013, mas foi convencido pelo técnico Vicente del Bosque a aceitar o convite espanhol.

AE, Agência Estado

19 de junho de 2014 | 10h15

"Em nenhum momento me arrependi, mesmo a Espanha não tendo ido bem. Toda decisão tem seu lado bom e ruim, e o ruim foi ter sido eliminado", disse o atacante após a derrota de quarta-feira para o Chile, por 2 a 0. Diego Costa foi muito vaiado pelos torcedores que foram ao Maracanã, no Rio, assim como na goleada sofrida para a Holanda por 5 a 1, na Fonte Nova, em Salvador.

"Não estou magoado com a torcida. É parte do futebol e espero que o Brasil seja campeão. Os que me xingaram não me conhecem e reagiram dessa forma porque escutaram coisas da boca de outras pessoas. Os torcedores não têm culpa", disse o atleta.

Diego Costa possivelmente se refere a uma entrevista que Felipão concedeu ao jornal O Estado de S. Paulo, em maio, quando o treinador da seleção brasileira afirmou que telefonou para o jogador duas vezes e garantiu que ele disputaria a Copa pelo Brasil. Posteriormente, o atacante negou a versão do técnico e afirmou que só conversou sobre o assunto com Del Bosque, técnico da Espanha.

Ele ainda se desculpou com os torcedores espanhóis pela campanha no Mundial. "Temos de pedir perdão. Não houve falta de vontade. Algo faltou e temos de saber que podemos dar muito mais do que isso", afirmou o atacante, que era dúvida para a convocação por causa de lesão muscular na coxa direita, mas se recuperou a tempo. "O Chile estava muito melhor fisicamente, foi possível se notar isso", avaliou.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolEspanhaDiego Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.