Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Diego Costa vai tratar lesão dentro da seleção espanhola

Com possibilidade de perder o torneio, jogador do Atlético de Madrid terá cuidados especiais

Agência Estado

26 de maio de 2014 | 21h26

SÃO PAULO - A Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) emitiu comunicado oficial, já quase no fim da noite na Europa, para explicar a situação de Diego Costa e revelar que o jogador, que se machucou na final da Liga dos Campeões, quando atuou apenas oito minutos pelo Atlético de Madrid, vai ser tratado pela própria RFEF.

 

"Os responsáveis médicos da seleção espanhol, no fim da noite desta segunda-feira, tiveram a oportunidade de analisar os exames radiológicos realizados nas últimas semanas por Diego Costa, por parte do clube. Depois de comprovar que não houve recaída na lesão do jogador, todas as partes implicadas (federação, clube e jogador) decidiram que o atacante receberá tratamento por parte do corpo médico da RFEF", diz o comunicado.

 

De acordo com a imprensa espanhola, os exames constataram uma micro ruptura no bíceps femoral da perna direita. A RFEF não confirmou as notícias publicadas na Espanha, de que o prazo previsto para Diego Costa voltar aos treinos é de duas semanas. A seleção espanhola estreia no Mundial em 18 dias.

 

O grupo começou a trabalhar nesta segunda-feira com apenas 19 jogadores. Isso porque o técnico Vicente Del Bosque decidiu dar folga aos atletas de Real e Atlético de Madrid e só chamou, domingo, os atletas que jogarão na sexta, em Sevilha, contra a Bolívia.

 

O grupo tem folga entre sábado e domingo e, só na segunda, quando se apresentar para a viagem aos EUA, é que a seleção será montada, com os 23 que virão à Copa. Diego Costa não estava entre os convocados na lista divulgada domingo e, por isso, ele só se apresentaria a Del Bosque caso fosse chamado para a viagem aos EUA.

 

Além de Diego Costa, também preocupam o lateral-direito Juanfran, do Atlético de Madrid, e o atacante Jesús Navas, do Manchester City. Os dois, assim como Negredo (do City) e Llorente (da Juventus), por opção técnica, e Thiago Alcântara (do Bayern), por lesão, também não foram chamados para o amistoso de sexta, apesar de constarem na convocação de 30 anos. A RFEF avisou que acompanha a evolução de Juanfran e Navas, que se tratam com seus respectivos médicos, mas que se coloca à disposição dos dois.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.