Carl Recine / Reuters
Carl Recine / Reuters

Diego Costa volta a criticar o Chelsea pelo tratamento que recebeu no clube

Atacante também reclama de Antonio Conte e o compara a Diego Simeone

O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2018 | 13h12

Diego Costa voltou a reclamar da forma como foi tratado pelo Chelsea e pelo técnico Antonio Conte, após ser afastado do time pelo treinador. Em entrevista ao jornal espanhol Marca, o centroavante comparou a situação com o momento atual, no Atlético de Madrid.

"Foi um período ruim, mas não era minha culpa. As pessoas falavam coisas, mas o tempo coloca tudo no lugar. Olha onde o técnico está, olha o Conte. Eu estava errado em ir para o Chelsea por causa da maneira deles de lidar com as coisas. 'Cholo' [Simeone] é um treinador direto, e quando ele não gosta de você, é claro e ele facilita isso. No Chelsea, era o contrário", afirmou Costa.

Apesar disso, Costa afirma não se arrepender. "A experiência no Campeonato Inglês é impressionante. Eu queria jogar, e o Chelsea também é um time grande. Naquele tempo, eu precisava de uma mudança. Eu havia jogado muito bem e queria tentar algo diferente. Estava muito feliz no clube e com os torcedores, eles tinham muito carinho por mim", relata.

Costa foi comunicado por Conte de que estava afastado do time por mensagens de celular. O jogador deveria voltar ao clube para treinar com o time B, mas ele se recusou. "Eu tinha a opção de voltar ao Atlético e quando o Chelsea me disse para voltar a treinar com o time B... Eu deixei claro que voltaria ao Atlético, mesmo que houvessem outras ofertas. Se não, ficaria no Brasil com minha família. Eu tenho outros valores que o dinheiro não pode comprar". 

Depois do problema com o treinador italiano, ocorrido no início da temporada 2017-18, Costa voltou ao Atlético, embora só tenha reestreado três meses após a volta, devido a um embargo da Fifa ao clube espanhol que o impedia de registrar novas contratações. O jogador fez parte da campanha do time da capital espanhola na conquista da Liga Europa do mesmo ano.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.