Diego: dividido entre a Vila e a Europa

A temporada está terminando e Diego volta a viver a conflito de ir para a Europa ou permanecer na Vila Belmiro. Nesta quinta-feira, o técnico Leão comentou que "o Diego é um menino que está passando por uma fase de preocupação, pois algumas propostas de alto gabarito foram feitas a ele e seu pai pretende vendê-lo". Segundo ainda o treinador, o meia está em dúvida, ao mesmo tempo em que o Santos o mantém sob contrato."Mas tudo chega de acordo com seu tempo, sem afobar", concluiu o técnico. Leão destacou o papel de Diego na atual temporada, dividiu pouco dos méritos do atleta com seus colegas e afirmou: "sempre elogiamos a capacidade do Diego. Ele tem procurado e nós insistido para que ele aprenda a fazer um futebol solidário, porque futebol individual ele tem de sobra".Diego procurou desconversar e disse que ninguém havia conversado com ele sobre o interesse da Inter de Milão. "Algumas pessoas me disseram que existe o interesse, mas se ele existir, a proposta deve ser feita diretamente à diretoria do Santos". E o que Diego acha disso? "Eu vou estar por fora disso, porque minha cabeça está voltada ainda para o final do Brasileiro e para a seleção pré-olímpica, para a qual espero ser convocado".Conversando com outros jogadores, Diego ouviu de muitos deles que é muito bom jogar no exterior, mas que igual o Brasil não existe. "penso também dessa forma, só que todos nós trabalhamos para realizar sonhos e algumas vezes, não em todas, eles só são realizados com dinheiro e com a independência financeira".Ele até pensa que uma proposta de time europeu de ponta poderia definir sua vida em termos financeiros. "Mas não penso dessa forma", disse, "pois estou alcançando no Santos meus objetivos principais de chegar á seleção brasileira e ser campeão. Isso me satisfaz Para Diego, o futebol europeu é uma vitrine maior para os jogadores, é mais organizado que o brasileiro. "Talvez por isso a maioria dos jogadores tem a curiosidade de disputar um campeonato na Europa e comigo não é diferente". E completa: "no momento, porém, não vejo dessa forma; estou satisfeito na Vila Belmiro e não pretendo sair".MULTA - Diego deu razão à diretoria do Santos, que o multou por ter faltado ao treino de sexta-feira passada. "realmente me atrasei no trânsito de São Paulo, que estava muito pesado, corri o risco, mas isso não é justificativa". Ele comentou que ia chegar atrasado e o técnico Leão achou melhor que ele não fosse ao treinamento. "Concordo com a punição e agora é apagar isso o mais rápido possível".Leão é conhecido pelo seu rigor com atrasos e falta de jogadores aos treinos. Com Diego não foi diferente. "Ele jamais vai se convencer. Se atrasou, não tem explicação". E concluiu: "ele ficou bravo, conversou comigo, mas tudo já voltou ao normal".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.