Diego e Robinho agitam programa do Jô

"Muito legal, nunca imaginei que um dia estaria aqui." A frase é do meia Diego, do Santos, assim que entrou no estúdio de gravação do "Programa do Jô", da Rede Globo, nesta terça-feira. Ao seu lado estava o atacante Robinho. Os dois participaram da gravação do programa de entrevistas que irá ao ar nesta terça-feira à noite. Os dois jogadores mais importantes do Santos, que no domingo conquistou o Campeonato Brasileiro foram, mais uma vez, as estrelas. Arrancaram gritos e aplausos, principalmente do público feminino, quando apareceram no estúdio. Mostrando sempre a mesma alegria, acenaram para a platéia, retribuindo o carinho. "O Corinthians vai contratá-lo", disse o baixista Bira, do sexteto musical do programa, apontando para Robinho, que, como sempre, estava com o sorriso no rosto. "Mas eu quero ver se você é bom aqui", comentou Bira com Robinho, enquanto o músico terminava de afinar o instrumento. E o músico era um dos que mostravam mais carinho pela dupla. Antes do início das gravações, tirou algumas fotos com os dois, o que não parecia ser problema nem para Robinho, nem para Diego. "Usei maquiagem, mas o Diego usou batom", dizia Robinho, em um dos poucos momentos que teve oportunidade de falar, antes que Jô Soares entrasse no estúdio. Fotos, por sinal, foi o que mais se viu enquanto a dupla santista esteve por lá. Meninas, rapazes, a equipe de produção do programa... Todos querendo uma lembrança da dupla sensação do Brasileiro. Sempre com desenvoltura, os dois esboçaram uma rápida dança enquanto o sexteto tocava a música "escrito nas estrelas", para ?aquecer? a banda. Os dois deram muitas risadas quando Jô Soares entrou e começou a fazer seus passos de dança. Riram bastante também acompanhando as gargalhadas do baixista Bira. Foram chamados pelo apresentador ao som do hino do Santos, cantado pelo sexteto. Assim que se sentaram para o início da entrevista, ficaram um pouco encabulados. Com os braços cruzados, mostrando um pouco de nervosismo, mas sempre com o sorriso no rosto, Robinho respondia às perguntas. Diego estava mais à vontade. "Na minha época de zagueiro você não passava assim", ironizou o apresentador, referindo-se às ?pedaladas? que Robinho deu no lateral Rogério e que resultaram em um pênalti e no primeiro gol do time na decisão contra o Corinthians. Entre algumas histórias que a dupla contou, e imagens que o programa exibiu sobre os dois quando crianças, Diego lembrou que Robinho não vive sem um espelho, no qual passa o dia todo se observando. "Disseram que ele é bonito e ele acreditou", disse Diego. Quando o apresentador falou que eles podiam ficar à vontade, até para beber algo na caneca que fica sobre a mesa do apresentador, o meia disse. "Pensei que era só a xícara, mas tem água aqui." Depois da entrevista, Diego e Robinho foram cumprimentar o sexteto. "Sempre gostei dessa banda e do Jô", comentou Diego. Depois, deixaram o estúdio para gravar mais programas na emissora. A maratona estava apenas começando.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.