Diego e Robinho vão liderar a Sub-23

Para o técnico da seleção brasileira sub-23, Ricardo Gomes, a dupla Diego-Robinho pode fazer a diferença no Torneio Pré-Olímpico, em janeiro, que definirá as duas equipes sul-americanas para os Jogos de Atenas. Na atual fase de treinamento em Teresópolis, na região serrana do Rio, os dois jogadores do Santos têm-se destacado dentro de campo, pelo talento, e fora dele, pela irreverência. ?Eles trazem alegria para o grupo, brincam o tempo todo, mas sem atrapalhar o trabalho?, disse Gomes. O time sub-23 ganha força com a presença dos dois campeões brasileiros de 2002. É clara a ascensão da equipe quando Diego e Robinho treinam juntos. Eles estão sempre próximos para tabelar e tentar furar o bloqueio da defesa adversária ou sair rápido em contra-ataques. Em Teresópolis, os dois dividem a atenção do público adolescente e chamam a atenção dos demais atletas pelo companheirismo. ?É um grude saudável. E não existe privilégio a nenhum deles. O que há, uma conquista inegável dos dois, é a empatia com os torcedores.? O treinador costuma atribuir a Diego e Robinho uma fatia maior de responsabilidade no Pré-Olímpico, que vai ser disputado no Chile. ?Pelo currículo deles, embora ainda sejam jovens, pode-se dizer que têm uma experiência notável e isso vai nos ajudar, sem dúvida, na competição.? Definição ? Ricardo Gomes comandou um treino tático nesta segunda-feira, na Granja Comary, a concentração da seleção brasileira em Teresópolis, e dividiu o grupo em ataque e defesa. Na frente, escalou os mesmos que terminaram o coletivo de domingo, ou seja, com Dagoberto no lugar de Dudu Cearense e Daniel Carvalho na vaga de Marcel. Maisuma vez, o time se saiu bem e o técnico declarou que a tendência passou a ser a de deixar Dagoberto e Daniel Carvalho na equipe para a estréia no Pré-Olímpico, dia 7 de janeiro, contra a Venezuela. ?Mesmo com dez atletas na retranca, o ataque criou boas jogadas e fiquei satisfeito.? A seleção realiza coletivo nesta terça-feira, às 8h30, e depois vai ser dispensada para que os jogadores passem a virada de ano à vontade. Eles se reapresentam na sexta-feira para a viagem ao Chile. O meia Fábio Rochemback, do Sporting, seguiu nesta segunda-feira para Portugal, onde enfrentará o Benfica, dia 4, pelo Campeonato Português. Depois, ele se reintegra ao grupo. Ele está fora do time contra a Venezuela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.