Kyodo News;AP
Kyodo News;AP

Diego Forlán anuncia sua aposentadoria da seleção do Uruguai

Atacante diz que é hora de abrir passagem para 'novas gerações'

EFE

12 Março 2015 | 08h27

O atacante uruguaio Diego Forlán anunciou nesta quinta-feira sua aposentadoria da seleção do Uruguai, com a qual ficou em quarto lugar na Copa do Mundo de 2010 e conquistou a Copa América de 2011, argumentando que é hora de abrir passagem para "novas gerações".

"Eu me sinto fisicamente bem, como em anos anteriores. Não tem a ver com isso. Simplesmente decidi que é hora de parar", disse o jogador uruguaio em entrevista coletiva convocada na cidade japonesa de Osaka, lar do Cerezo, clube no qual joga desde 2014 e com o qual tem contrato até julho.

"É mais uma decisão pessoal. Tudo tem que ter um princípio e um final. Na seleção, além disso, estão entrando jogadores jovens que podem disputar a Copa América deste ano e as Eliminatórias para o próximo Mundial", acrescentou.

O camisa 10 do Uruguai se considerou um "privilegiado" por ter podido jogar tantos anos com a seleção celeste, com a qual disputou três Copas do Mundo (2002, 2010 e 2014), e por ter participado das conquistas obtidas.

Forlán foi fundamental no título continental conseguido na Argentina em 2011 e também no Mundial da África do Sul, no qual esteve entre os quatro artilheiros com cinco gols e foi nomeado melhor jogador do torneio.

Forlán contou nesta quinta que, na semana passada, ligou para o técnico uruguaio Óscar Tabárez e os jogadores da celeste para comunicar sua decisão e recebeu mensagens de apoio de companheiros como Luis Suárez, Diego Godín e Nicolás Lodero. Com a seleção do Uruguai, Forlán disputou 112 partidas e marcou 36 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.