Diego já aluga casa na Itália

Diego já alugou casa na Itália e deu início aos trâmites para obter o passaporte italiano que o transformará em jogador ?comunitário? para que não ocupe vaga de estrangeiro em seu próximo clube. E sua mudança ocorrerá em julho, quando o Santos terá a última chance de ganhar dinheiro com sua transferência ? seu contrato acaba em julho de 2005 e a partir de janeiro ele poderá assinar um pré-contrato com um clube europeu para transferir-se seis meses depois sem que o Santos receba nada. Seu pai, Djair Ribas da Cunha, é dono de 50% de seus direitos federativos ? tinha 40%, mas ganhou mais um pedaço dos direitos ano passado, quando o Santos recusou uma proposta do Tottenham e prorrogou o contrato do meia de fevereiro para julho de 2005. Por isso, ele tem muito interesse em colocar o filho no futebol europeu. O meia fez uma viagem relâmpago à Itália junto com seu pai para obter o certificado de residência no país. Para isso, alugaram uma casa na cidadezinha de Sant?Angelo Lodigiano ? que fica a 18 quilômetros de Milão. Foi nessa cidade que nasceu Francesa Cabrini, que é conhecida na Itália como a santa protetora dos imigrantes. Para obter a cidadania italiana, Diego apresentará a documentação de dois bisavôs que nasceram em Benevento (perto de Nápoles) e vieram para o Brasil. Em sua breve passagem pela Itália (deverá treinar nesta quarta-feira à tarde no CT Rei Pelé), Diego disse à imprensa que seu sonho é jogar na Juventus e que é fã de Del Piero. Mas é pouco provável que seu destino seja o clube de Turim, embora se dê como certa uma ampla reformulação no elenco para a próxima temporada e também a mudança de treinador ? Luigi del Neri (Chievo) e Didier Deschamps (Monaco) são os mais cotados. A Juve não tem tradição de contratar jogadores brasileiros e ainda digere o retumbante fracasso recente de Athirson. A Inter mandou observadores ao Brasil ano passado para vê-lo em ação, mas de lá para cá houve mudança na presidência (saiu Massimo Moratti e entrou Giacinto Facchetti) e ainda não se sabe qual será o rumo para a próxima temporada, em que certamente o time terá outro técnico no lugar que hoje pertence a Alberto Zaccheroni. Correndo por fora, surge o Milan. O clube está disposto a contratar Diego para emprestá-lo a outra equipe até sentir que ele está maduro o suficiente para ser integrado ao elenco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.