Arquivo/AE
Arquivo/AE

Diego Maradona será julgado por acidente de trânsito de 2006

Técnico da Argentina é acusado de ferir duas pessoas ao bater em uma cabine telefônica em Buenos Aires

EFE

17 de julho de 2009 | 13h15

O ex-jogador Diego Maradona será julgado sob a acusação de lesão corporal culposa por um acidente de trânsito cometido em 2006 na cidade de Buenos Aires.

 

O atual treinador da seleção argentina é acusado de ferir duas pessoas ao bater em uma cabine telefônica em que ambas estavam com sua caminhonete. Maradona negou que estivesse dirigindo o veículo.

 

Mas as vítimas, identificadas como Ariel Matías Muñoz e Romina Tonet insistiram que era Maradona que estava ao volante, assim como outras testemunhas.

 

Muñoz disse à imprensa que o carro furou o sinal e veio sem controle em direção à cabine. Maradona estaria com outras duas pessoas, e eles só não conseguiram fugir porque o motor da caminhonete não funcionava. Maradona não irá à prisão mesmo se for considerado culpado, segundo a lei para este tipo de crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.