Diego Oliveira é só advertido pelo STJD e reforça Ponte Preta contra Atlético-PR

O técnico Doriva ganhou mais uma opção de ataque na Ponte Preta. Expulso contra o Vasco, na 24.ª rodada, o atacante Diego Oliveira foi julgado nesta quinta-feira e apenas advertido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Está liberado para a partida contra o Atlético Paranaense, neste domingo, às 11 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 28.ª rodada.

Estadão Conteúdo

24 de setembro de 2015 | 19h49

A Ponte Preta é a 10.ª colocada com 37 pontos, após três vitórias consecutivas diante de Santos, por 3 a 1, Goiás, por 2 a 1, e Fluminense, por 3 a 1.

Diego Oliveira foi expulso após ter dado uma suposta cotovelada no zagueiro Luan, do time carioca. Prejudicou o time campineiro, que ficou com um a menos e viu os cariocas marcarem pouco tempo depois com o centroavante Leandrão. Na ocasião, a Ponte Preta perderia por 1 a 0, em Campinas.

Apesar de liberado, o atacante poderá ser apenas opção no banco de reservas no final de semana. Isso porque Biro Biro retorna ao time titular e formará dupla de ataque com o experiente Borges.

Outros jogadores que não atuaram na vitória sobre o Fluminense, na última rodada, também iniciarão o confronto na capital paranaense. Casos do zagueiro Renato Chaves e do lateral-esquerdo Gilson. Por outro lado, Josimar foi vetado pelo departamento médico e sequer viaja com a delegação. Ele ainda sente dores na cabeça de um choque recente.

O time que treinou nesta quinta-feira foi este: Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Fernando Bob, Elton e Cristian; Felipe Azevedo, Borges e Biro Biro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPonte PretaDiego Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.