Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Diego promete ir mais ao ataque

O meia Diego, do Santos, foi poupado no jogo de quarta-feira contra o Internacional, mas tem retorno garantido na partida deste sábado contra o Figueirense. Ele acha que a semana foi boa para se recuperar de dores musculares e corrigir o posicionamento que passou a adotar na seleção olímpica, jogando mais recuado. Ele volta ao time, que não terá Robinho, seu parceiro constante desde que os dois ganharam destaque no ano passado. ?O Robinho ficou chateado por não entrar jogando e isso é normal, mas ele jamais desanima e vai recuperar a posição em pouco tempo", disse o meia. Sobre o fato de não ter jogado quarta-feira, entende que não se trata de uma punição. Ele havia sido substituído por Leão no jogo contra o Paraná e acha que seu desempenho no primeiro tempo não foi ruim. ?Conversei com o professor Leão sobre isso e acho que fui bem naquela partida." A semana de treinamento forte foi boa, na opinião de Diego, que agora só pensa no jogo contra o Figueirense. Sem Robinho pelo menos no início do jogo, o meia vai alterar um pouco sua forma de jogar. ?Vamos mudar um pouco a forma de jogar e teremos uma movimentação muito grande no campo adversário, abrindo espaço para chegar ao gol." Ele revelou também que vai revezar bastante com Fabiano. ?Durante a partida, poderemos trocar de posição, ele voltando um pouco e eu avançando mais, e isso vai dificultar a marcação." O meia considera o jogo deste sábado contra o Figueirense muito importante, pois Santos e Cruzeiro estão empatados em pontos na liderança do Brasileiro. ?Foi muito difícil chegar ao primeiro lugar junto com o Cruzeiro e vai ser mais complicado ainda manter essa posição." Quanto à entrada nessa partida de quatro jogadores que não vinham atuando como titulares, Diego acha normal. ?O Santos já teve tantos desfalques durante a competição e superou muito bem." Ele acredita que o time tem jogadores de qualidade para a substituição. "Nesse aspecto, estamos tranqüilos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.