Diego Renan diz estar pronto para ajudar Cruzeiro

O Cruzeiro perdeu o volante Everton, contundido, no último domingo, durante a derrota por 1 a 0 para o Corinthians, em Sete Lagoas, mas o jogador que o substituiu ficou longo período afastado dos gramados e promete ajudar a equipe na luta contra o rebaixamento. O lateral-esquerdo Diego Renan sofreu com várias lesões musculares nesta temporada, mas garante estar pronto para ajudar o Cruzeiro na reta final do Campeonato Brasileiro.

AE, Agência Estado

19 de outubro de 2011 | 16h04

"Agora estou bem. Fiquei uns dez dias fazendo treinamento físico, voltei na partida contra o Corinthians em uma situação difícil, já que o Everton acabou se machucando. Fico triste porque ele vai ficar de fora por um tempo. Mas a equipe está forte, tem que continuar a luta. Sabemos que estamos num momento difícil, mas temos que ter tranquilidade para voltar a vencer", disse.

Diego Renan explicou que a sua recuperação foi bem feita para que não sofra novas contusões. "Infelizmente, este ano, pra mim, foi um pouco complicado. Tive várias lesões. A necessidade de jogar, de às vezes não ter lateral, fez com que eu voltasse um pouco antes e acabou que eu passava duas, ou até mesmo uma partida, e sentisse novamente. Agora a gente fez um trabalho específico bem feito, um tempo maior de recuperação, para que eu possa atuar até o final do campeonato", afirmou.

Com o Cruzeiro correndo risco de rebaixamento, Diego Renan ressaltou a necessidade da equipe vencer o Atlético Goianiense, domingo, em Sete Lagoas. "Estamos há 11 partidas sem vencer. A cada jogo que passa a responsabilidade aumenta ainda mais. Esse jogo, com certeza, é muito importante. Temos que entrar com o pensamento de que só a vitória nos interessa. Jogamos bem nas últimas partidas, mas o resultado não veio. A gente tem que dar um pouco a mais. A equipe deles está bem arrumada, se recuperou bem no campeonato. Temos que nos esforçar e vencer. Não importa quem seja o adversário, o nosso pensamento tem que ser de vencer", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.