Lucas Uebel / Grêmio FBPA
Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Diego Souza comemora tarde artilheira pelo Grêmio e nega provocação ao Vasco

Atacante valoriza papel dos colegas para que marcasse dois gols em jogo contra o time carioca

Redação, Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2020 | 19h52

Gol de jogador sobre o ex-clube é quase uma rotina no futebol. E ela deu as caras na goleada do Grêmio sobre o Vasco, por 4 a 0, neste domingo, em Porto Alegre. Diego Souza, que defendeu o clube cruzmaltino entre 2011 e 2012, marcou os dois primeiros gols do jogo.

"Sou um cara que depende muito do grupo e o time inteiro foi fantástico. Fizemos uma grande partida e eu fiz os gols que apareceram para mim. Estou muito feliz e espero estar sempre podendo ajudar", disse Diego Souza.

O experiente atacante comemorou o primeiro gol com uma dancinha, mas fez questão de deixar claro que não foi para provocar o seu ex-clube, que vive um momento delicado no Brasileirão. "A dancinha é uma coisa lá de casa, não tem nada de desrespeito com o Vasco. Todo mundo sabe o carinho que eu tenho pelo clube", ressaltou Diego Souza.

Após a partida, Pepê explicou a brincadeira do técnico Renato Gaúcho na hora da sua substituição. Pouco antes de deixar o gramado, o atacante tentou um toque por cobertura de Fernando Miguel e acertou o travessão, perdendo boa oportunidade para ampliar o placar.

"O Renato é um cara muito brincalhão. Sempre que pode ele mostra o DVD dele para a gente, com os gols, e sempre que a gente perde gol ele vem brincar. Mas fico feliz por essa parceria e tenho crescido muito com ele", comentou Pepê, elogiando o chefe.

Na quarta colocação, o Grêmio deixa o Brasileirão um pouco de lado e foca na Copa Libertadores. Na quarta-feira, o time gaúcho faz o jogo de ida das quartas de final contra o Santos, na sua arena.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.