Fernando Alves/ Grêmio
Fernando Alves/ Grêmio

Diego Souza e mais dois funcionários do Grêmio testam positivo para covid-19

Os três não apresentaram sintomas e passam bem, em regime de quarentena

Redação, Estadao Conteudo

07 de maio de 2020 | 18h02

O meia-atacante Diego Souza e mais dois funcionários do Grêmio testaram positivo para a covid-19. Os três não apresentaram sintomas e passam bem, em regime de quarentena. O jogador está no Rio de Janeiro, onde permanecerá até a próxima semana. De acordo com a assessoria do atleta, Diego Souza até se surpreendeu com o resultado positivo do teste porque não apresentou nenhum problema e está se sentindo bem. Com o resultado, ele permanecerá em isolamento com a família no Rio, enquanto os demais jogadores já se apresentaram para a retomada dos treinos, em Porto Alegre.

Na capital gaúcha, outros dois funcionários do clube testaram positivo, segundo a direção informou. O Grêmio não revelou os nomes nem as funções dos contratados. Mas revelou que eles também estão assintomáticos e sob monitoramento do departamento médico do clube. Permanecerão de quarentena.

Diego Souza foi o único jogador com resultado positivo na bateria de testes realizadas pelo Grêmio com todo o seu elenco. De acordo com a diretoria, os jogadores "estão aptos a desenvolver suas atividades normalmente". Grêmio e Inter retomaram os treinamentos nesta semana. A Federação Gaúcha de Futebol estuda a melhor maneira de retomar os jogos do Estadual. Há a possibilidade de as sedes das partidas serem reduzidas.

Com os testes negativos, o time retomou os trabalhos físicos nesta quinta-feira, no CT Luiz Carvalho. Os treinamentos começaram pelo período da manhã, sendo escalonados, com jogadores chegando às 9 horas, às 9h30 e às 10h. À tarde, em três grupos, foi a vez de outros 18 atletas trabalharem.

Os jogadores se submeteram a controle de temperatura e oxigenação periférica na chegada ao CT. Depois, foram encaminhados à tenda de fisioterapia e fisiologia, onde, individualmente, realizaram testes clínicas para a covid-19. Na sequência, cumpriram um circuito físico estabelecido pelo auxiliar técnico Alexandre Mendes.

Enfarte  

Ainda nesta quinta, o clube gaúcho revelou que Luís Fernando Cardoso, chefe de segurança do departamento de futebol e que também já atuou na segurança da seleção brasileira, sofreu um enfarte na terça-feira. Ele passou por uma cirurgia de cateterismo no mesmo dia. No momento, Cardoso se recupera no CTI do Instituto de Cardiologia. Segundo a direção do Grêmio, Fernandão, como é conhecido, "apresenta evolução de quadro satisfatória".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.