Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

Diego Souza está liberado para defender o São Paulo neste sábado

Camisa 9 recebe uma partida de suspensão, já cumprida, e poderá enfrentar o América-MG no Morumbi

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

21 Setembro 2018 | 14h03

O meia-atacante Diego Souza foi julgado na manhã desta sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta da expulsão diante do Fluminense e recebeu uma partida de suspensão, já cumprida contra o Atlético-MG. Por isso, fica livre para defender o São Paulo contra o América-MG neste sábado, às 16h, no Morumbi, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O camisa 9 foi expulso após supostamente ter agredido Léo, ainda aos 33 minutos do jogo contra os cariocas, no dia 2 deste mês. No lance, após tocar a bola para trás, na altura do meio-campo, o são-paulino ergueu o cotovelo em direção ao peito do jogador do Fluminense, que desabou no gramado levando as mãos ao rosto.

Enquadrado no artigo 250 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) – "praticar ato desleal ou hostil durante a partida, prova ou equivalente" –, Diego Souza poderia pegar até três jogos de gancho. 

Quem também recebeu punição foi o superintendente de relações institucionais do clube, Diego Lugano, por ter ido até o vestiário da arbitragem no Morumbi para reclamar da expulsão. Ele recebeu a pena mínima, de 15 dias, período no qual não poderá comparecer aos jogos do São Paulo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.