Diego Souza minimiza reencontro com Domingos

A partida entre Palmeiras e Santos, domingo, no Palestra Itália, marcará o reencontro entre Diego Souza e Domingos, que se envolveram em confusão nas semifinais do Campeonato Paulista. O meia, porém, prefere comentar pouco sobre o assunto, com o objetivo de evitar nova polêmica.

AE, Agencia Estado

25 de junho de 2009 | 18h25

"Para mim já é passado. Já falei sobre isso no julgamento e não acrescenta nada voltar a falar do assunto. Eu e o Domingos somos jovens e vamos se enfrentar mais umas 500 vezes, de repente até jogar junto", afirmou Diego Souza, expulso após bate-boca com Domingos. Depois, ele ainda tentou brigar com o zagueiro santista.

Confiante, o meia acredita que o tropeço, que eliminou o Palmeiras no Estadual, não vai se repetir. "Estávamos bastante concentrados na Libertadores e aquele jogo foi um pouco atípico. Mas não queremos perder de novo no Palestra. Em casa, é muito importante somar os três pontos, ainda mais em se tratando de um clássico", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.