Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Diego Souza reclama novamente de juiz: 'Campeonato desenhado para Fla e Palmeiras'

Meia do Sport contesta pênalti não dado para o clube pernambucano contra o Alviverde

O Estado de S.Paulo

23 Outubro 2016 | 20h16

O Sport saiu de campo derrotado e reclamando muito da arbitragem contra o Palmeiras no Allianz Parque. O resultado de 2 a 1 para o Alviverde, segundo os jogadores do clube pernambucano, não foi justa. Em especial devido a um pênalti não dado ainda no primeiro tempo, quando o zagueiro palmeirense, Mina, colocou a mão na bola dentro da área. 

"Eu estou de saco cheio de tanto que eu falo. Às vezes, eu fico até marcado pelo tanto que eu falo. É a mesma coisa do que colocar o nariz de palhaço. A minha vontade é de sair de campo com dez minutos de jogo. Quero honrar a camisa que eu visto. Agora, é vergonhoso o que aconteceu hoje. O campeonato está desenhado para o Flamengo e o Palmeiras, o resto é um campeonato à parte. O juiz tem de pagar caro pelo o que aconteceu hoje", reclamou o meia Diego Souza. 

Não é a primeira vez que o veterano, um dos líderes do Sport dentro e fora de campo, reclama da atuação de um juiz contra a equipe pernambucana. Neste ano o time teria sido prejudicado também contra o próprio Flamengo, em maio e na derrota no primeiro turno contra o Palmeiras. Um dos lances contestados na ocasião foi justamente contra o zagueiro colombiano do time paulista, que teria cometido um pênalti e seria expulso após entrada no atacante Rogério. 

Quem também ficou insatisfeito com a arbitragem foi o volante Rithely, que não poupou críticas: "O que esse cara fez hoje aqui, ele tinha que sair direto pra delegacia. Porque ele nos roubou bonito. Quando é lá na Ilha (do Retiro), braço colado, a bola bate e os caras dão pênalti, aqui o cara tá com a m...do braço desse tamanho, o b... do árbitro faz uma m... dessa. Não dá a p... do pênalti. Aí quando chega lá, contra a gente, coloca uns árbitros tudo c..., Aqui manda vir esses caras aí para nos roubar, desse jeito fica difícil mesmo. Aí ele dá quatro minutos de acréscimo e faltando um minuto ele dá cartão pro goleiro. Aí é mole, não precisa dar cartão pro goleiro. Não dá não, deixa igualzinho está. Todo jogo é esse cara aí", desabafou o jogador.

CALMA

Do lado palmeirense, o técnico Cuca também comentou a arbitragem e pediu calma para Diego Souza. Segundo o comandante palmeirense, os lances  foram apenas "circunstância do jogo".

"Quanto ao Diego Souza, eu entendo. Já fui jogador, hoje mesmo estou cansado sem jogar. Vocês pegam o jogador no calor do jogo e ele fala algumas coisas que mais tarde ele vai ver que pegou pesado. O Sport reclama de um suposto pênalti, mas não dá para dizer que houve maracutaia. É circunstância do jogo. Eu, quando acabou o jogo, fui falar com o árbitro. Os caras estão apertados, é difícil apitar. Se não liberarem a TV, os caras vão sofrer mais ainda. São seres humanos, uma vez erra a seu favor, na outra contra", afirmou Cuca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.