FELIPE RAU/ESTADÃO
FELIPE RAU/ESTADÃO

Diego Souza retoma confiança no São Paulo e destaca conversa com treinador

'Ele foi muito homem', diz camisa 9, citando papo olho no olho com Aguirre em meio a processo que quase culminou na sua saída

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

06 Maio 2018 | 07h04

O meia-atacante Diego Souza precisou de pouco mais de duas semanas para voltar a ganhar confiança no São Paulo, especialmente do técnico Diego Aguirre. Autor do gol que definiu o empate em 2 a 2 com o Atlético-MG, sábado, no Morumbi, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro, o camisa 9 recebeu elogios do treinador e falou a respeito de uma conversa fundamental tida com o uruguaio no meio do processo que quase resultou na sua saída rumo ao Vasco.

+ Entenda por que Diego Souza ficou no São Paulo e voltou a ser opção de Aguirre

+ Confira mais notícias do São Paulo

+ Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

"Isso é passado. Estou muito feliz. É como se eu tivesse chegado naquele momento em que conversei com ele. Vinha cabisbaixo realmente, mas conversamos olho no olho. Foi fantástico, porque ele foi muito homem comigo desde quando chegou aqui. Falaram muitas coisas, mas não sabiam do dia a dia. Continuei trabalhando forte. Ele via minha postura também. Isso ajudou para que pudesse estar hoje jogando. Tenho essa confiança nele de olhar no olho dele e dizer que pode contar comigo", comentou o jogador, depois da partida.

"Quero poder ajudar. Depois que tive uma conversa com Aguirre nós colocamos os pingos nos 'is' e temos confiança um no outro. Isso é o mais importante: você ter a confiança do treinador. Isso dá segurança para fazer bem o trabalho. Vou procurar dar o melhor para ajudar o São Paulo", completou o meia-atacante, que soma quatro gols em 19 partidas pelo clube tricolor.

Depois de ser preterido por Aguirre em algumas partidas e quase se mudar para São Januário, o atleta voltou ao time titular no duelo com o Fluminense, domingo passado, e passou a receber elogios do técnico, que depois do 2 a 2 contra o Atlético-MG repetiu a dose.

"Estou feliz com Diego Souza. O mérito é dele. Primeira coisa que ele está fazendo é trabalhando, mostrando o nível e assumindo jogar com a camisa 9 do São Paulo. É jogo a jogo, e ele tem que continuar assim. Para nossa sorte, ele tem começado a encaixar, e isso é bom para gente", falou o comandante tricolor.

Sexto colocado do Campeonato Brasileiro, o São Paulo volta a jogar pela competição nacional no domingo, quando visita o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador. Antes disso, porém, terá o duelo de volta com o Rosario Central pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, a equipe recebe os argentinos no Morumbi, após o empate sem gols da primeira partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.