Vítor Silva/Botafogo
Vítor Silva/Botafogo

Diego Souza treina e deve reforçar o Botafogo contra o Bahia

Atacante está recuperado de uma lesão muscular e deve atuar pela segunda rodada do Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2019 | 21h50

Recuperado de lesão muscular, Diego Souza deverá fazer o seu retorno ao Botafogo na quinta-feira, quando o time vai receber o Bahia, no Engenhão, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira, na reapresentação do elenco, a presença do meia-atacante em campo foi a principal atração do treinamento da equipe.

Diego Souza está recuperado de lesão muscular, problema que o impediu de enfrentar o São Paulo no último sábado, na derrota por 2 a 0, no Morumbi. O meia-atacante, que chegou ao clube em março, é visto como uma importante referência no elenco pelo volante Gustavo Bochecha.

"O Diego é um cara sem comentários. Acho que muda um pouco por ser o cara da referência, que segura a bola. Isso muda bastante, a referência lá na frente. Um cara que já viveu coisas diferentes de quem está começando agora. Sempre está conversando com os mais jovens e isso ajuda muito", afirmou o meio-campista em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira.

O volante, de 22 anos, se destacou pelos desarmes - foram oito - na derrota para o São Paulo. Para ele, o Botafogo demonstrou evolução no revés, especialmente pela característica de valorizar a posse de bola, seguindo as instruções do técnico Eduardo Barroca.

"Acho que a equipe em si teve um bom desempenho e demonstramos uma grande evolução. Me cobro bastante, roubar a bola não é muito a minha característica, mas acredito que fizemos uma boa partida. O Barroca me passou muita confiança e pediu para ter tranquilidade, fazer o time jogar e ter um pouco mais da posse da bola, que foi o que tivemos lá", disse Bochecha.

Tudo o que sabemos sobre:
Diego SouzaBotafogofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.